segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Copa São Paulo: Portuguesa-SP 1(7) x América-MG 1(6)

O grande desafio do time americano na Copa São Paulo 2018 seria contra clubes que disputam as séries A e B no profissional, mas o desempenho do sub-20, sob o comando do Fred Pacheco, até contra times pouco qualificados, continuou inferior ao potencial dos jogadores americanos.

Vale lembrar que o América no ano passado foi eliminado em jogo único da Copa do Brasil, realizado na Arena do Jacaré, quando foi goleado por 5 a 1, e no Hexagonal do Mineiro terminou em quinto lugar.

No estadual, o Coelhãozinho também perdeu a capacidade de controlar a partida e jogou de igual para igual contra adversários do interior e de baixa qualidade técnica.

Na Copa São Paulo, poderia ter vencido a Portuguesa nos pênaltis e ter passado para as oitavas de final, mas ainda assim,  a performance do time seria insatisfatória, porque inclusive nas vitórias sobre o Remo, Teixeira de Freitas e Santo André, o rendimento, que é diferente de resultado, foi muito abaixo do esperado.

A aposta no desenvolvimento do Fred Pacheco para criar uma metodologia de trabalho, numa das principais categorias de base do futebol brasileiro, permaneceu sem demonstrações de possibilidades de evolução.

O técnico do sub-20 precisa pelo menos ter um histórico vitorioso, na função de treinador nas categorias de base ou times profissionais ou ter sido um ex-jogador acostumado a disputar grandes competições.

Mesmo assim, o aumento da produtividade por meio de evolução tática e técnica dos comandados deve aparecer durante o primeiro ano de trabalho.

Se antes, havia falhas na transição do promovido ao profissional, agora o defeito aumentou na evolução tática e técnica do atleta em formação na categoria de base.

A fábrica de futuros talentos precisar continuar a produzir atletas qualificados para ser aproveitados e aprimorados no profissional no segundo passo da transição.

De acordo com uma declaração do Salum nos anos 90, timimg é fundamental na tomada de decisão.

Até quando esperar?

América:
Elzo;
Ronaldo, Rafael Batisa, Zé Leandro, Lucas Luan (Diego);
Maktom, Marcos Santana;
Marcinho (Kassinho), Leo Lucas (Diego Benfica), Matheus (Gabriel);
Guilherme (Vitão)
Técnico: Fred Pacheco
Gol: Vitão

---------------------------------------------------------------------------------

Marco Antônio

Nenhum comentário: